O povo que andava nas trevas viu brilhar uma GRANDE LUZ!

Meus irmãos e irmãs, quando eu vejo as pessoas dizerem para mim: Não fale nada. Fique em silêncio. Obedeça!.... Isso parece a voz de satanás usando elas, me dizendo: Cale a boca. Não fale nada, porque eu não quero ser descoberto e quero que as minhas mentiras vençam e destruam tudo!...Ouvi muito isso, nestes meses vindo de todos os tipos de pessoas.

O mal sabe usar algo como se fosse bom para querer impedir as obras de Deus, mas no final é o demônio escondido, não querendo ser descoberto, mas ele sempre se trai e é pego nos seus erros, porque deixa sempre um rastro.

Gostaria de lhes dizer que a ARRPI e Assembleia Geral deram primeiramente a sua resposta de defesa das acusações que sofreram, porque é uma Associação privada e autônoma. Ela recebeu uma notificação da Prelazia de Itacoatiara, tendo que assinar um documento apresentado a ela, independente de mim, no dia 28 de março de 2017.  Achei estranho ela ter sido notificada e ter tido que assinar algo, pois é uma entidade Jurídica privada, autônoma e independente, que paga seus próprios impostos, atuando também numa propriedade privada que não pertence a Igreja; assim, meses depois, após muita oração, reflexão e avaliação de todos os fatos, documentados  e registrados, ela deu a sua resposta de defesa, independente da minha, porque também foi difamada publicamente pelas partes acusadoras, em seus grupos whatsaaps, sites e mídias pessoais, muitos meses antes, em março e abril de 2017, e logo em seguida em outros sites espalhados pelo mundo inteiro, fora do Brasil, onde as mensagens e aparições ficaram conhecidas. As partes acusadoras já se esqueceram disso? 

Por isso, fiquem tranquilos. Eu não fiz nada de errado e não dei até agora nenhuma resposta pessoal à Congregação para a Doutrina da Fé ou à Prelazia de Itacoatiara.  Por acaso, leram algo vindo diretamente de mim, tendo a minha assinatura, no site ou blog do Santuário? Onde está?...

Nas respostas da ARRPI e da Assembleia Geral está escrito: 

Assim sendo, o Sr. Fundador, Gestor da ARRPI e Confidente de Nossa Senhora Edson Glauber de Souza Coutinho e sua mãe, a Sra. Fundadora, Gestora e Confidente de Nossa Senhora, Maria do Carmo Carvalho de Souza Coutinho, bem como seu esposo e familiares, proprietários do terreno, onde ocorrem as manifestações, peregrinações, celebrações e orações e a Diretoria da ARRPI seja Brasil e Itália, responsáveis Jurídicas da ARRPI, por ordem da Assembleia Geral pedem explicações e correções do errôneo decreto pronunciado em base de afirmações falsas, incoerentes, devido as ações duvidosas, má intenções, mentiras transmitidas a dita Congregação para a Doutrina da Fé...

 E na outra parte:

...Aqui há uma grande contradição e imprudência. Queremos uma solução imediata, caso contrário, serão usados os meios Jurídicos e Penais.

Visto que tais fatos são duvidosos e contraditórios, não condizendo com a realidade vivida, testemunhada pelos membros desta Assembleia Geralpelos muitos peregrinos e doadores que visitam o local das aparições e pelo testemunho das muitas pessoas que ouviram o testemunho do Sr. Edson Glauber e de sua mãe, presenciando milagres, curas e sinais, com a mudança e conversão de muitas milhares de pessoas no decorrer de todos estes anos, o Sr. Edson Glauber não se vê obrigado a obedecer uma imposição estranha e sem sentido direcionado a ele e a ARRPI, onde se pede silêncio total,  onde existem fatos obscuros a serem esclarecidos sobre o que foi dito sobre sua pessoa e sobre a ARRPI. Portanto, as mensagens continuarão a serem publicadas e difundidas para os que desejarem delas tomarem conhecimento. Para maiores esclarecimentos, a Prelazia de Itacoatiara e a Congregação para a Doutrina da Fé   procure a ARRPI e a sua Assessoria Jurídica para futuro diálogo, pois a mesma Associação tomará providenciais diante de sua Assessoria Jurídica....

A mesma resposta termina com:

 A Diretoria ARRPI

Esta é a coisa mais certa a se pedir não? Visto que tem algo que não é claro. Não há nada de ofensivo, pedir explicações e correções do que foi decretado, sobre protesto, para que se revejam o caso da forma mais correta. Isto é o que foi pedido, como também a ARRPI e a Assembleia Geral tem todo o direito de dizer o que pensa, de pedir esclarecimentos pelas acusações que sofreram ultimamente, de resolver de forma jurídica assuntos obscuros, visto que ela humildemente, com respeito e como ouvinte foi até a Cúria da Prelazia de Itacoatiara, após ter sido convidada a se fazer presente e lá ela foi notificada, sendo solicitada pelo Administrador Diocesano a assinar um documento para receber tal notificação da mesma Prelazia, que além de ser uma Instituição da Igreja é uma Entidade Jurídica que responde também por seus atos, igual a ARRPI, diante das Leis e Constituição do Brasil; bem como, a Arquidiocese de Manaus...

Com todo respeito ao seu Excelentíssimo Arcebispo Metropolitano de Manaus, Sergio Castriani, mas é de se estranhar tal afirmação sua:

“Venho através desta manifestar minha estranheza e indignação frente a Resposta à Prelazia de Itacoatiara e à Congregação para a Doutrina da Fé. Primeiro pela forma que foi publicada. Não me parece que a mídia seja o lugar para uma correspondência desta natureza. Mas como vocês escolheram este caminho, sinto-me na obrigação de fazer o mesmo, dada a sua repercussão entre os fiéis, segundo pelo conteúdo...Os senhores terminam a sua resposta ameaçando levar a Igreja aos tribunais, fechando assim qualquer possibilidade de diálogo e dando a impressão de que tudo se trata de negócio(Carta aberta, 02 de dezembro de 2017)

Ainda mais quando vocês tomaram a iniciativa de publicarem como desejaram nos meses de março e abril de 2017, sem se importarem com as consequências, o nome da pessoa que vos fala e da Instituição Jurídica ARRPI, expostos primeiramente de forma negativa nas mídias sociais, por vossas Instituições Jurídicas e Religiosas, não foi assim? Reflita comigo: a Arquidiocese de Manaus e a Prelazia de Itacoatiara podem fazer isso? Mas eu, a ARRPI ou qualquer outra pessoa que um dia for acusada injustamente ou difamada nos meios de Comunicação por vossas Excelências Reverendíssimas, não?

Quem não deseja que assuntos deste tipo não sejam resolvidos pelos meios Jurídicos e penais não notifica alguém e não pede que o mesmo assine um documento, ainda mais quando a notificação acusa fatos que são obscuros, não? Assim sendo nada mais justo e correto, por isso, não distorçam os fatos, porque coisas deste tipo são sérias.

Eu tenho certeza de que a Santa Mãe Igreja, Jesus e Nossa Senhora não aprovam, justo no Ano do Laicato, que suas Instituições diocesanas e religiosas denigram ou difamem a imagem dos cristãos leigos batizados sem terem o direito de se defenderem e de saberem do que são acusados, para esconderem seus erros e ações indevidas cometidos por seus Membros ou Ministros que tiveram a vocação e Missão de serem luz e não trevas para os fiéis numa Igreja em saída.  Toda ação tem uma reação. Toda mentira tem perna curta. Não há nada escondido que não venha a ser revelado.

De um mal Deus tira um bem. Por que Deus permitiu isso? Para mostrar as coisas escondidas e quem eram as pessoas envolvidas nas informações enviadas a Roma meses atrás, já que estavam em plena sintonia, conforme foi declarado por elas mesmas, em suas cartas do dia 27 de novembro e 02 de dezembro de 2017, querendo se passar, depois disso, diante dos outros como inocentes e sem culpa, visto que não tiveram a coragem de contar os fatos como eles ocorreram, desde a morte do Bispo Carillo até a data atual, mudando e dizendo as coisas como queriam. Um se apoiando no outro. Agora, para qual  motivo agiram dessa forma e quiseram fazer isso?

“Quanto ao Pe Graciomar, sou testemunha do seu respeito à verdade no trato desta questão, e subscrevo todas as suas ações.”(02 de dezembro de 2017)

“Tudo o que ele fez, foi somente em clara manifestação de comunhão com a Igreja e em perfeita sintonia com o Arcebispo Dom Sergio Castriani, Metropolita da Província Eclesiástica de Manaus, da qual nossa Prelazia faz parte, bem como com a concordância de todo o Clero de nossa Prelazia.”(27 de novembro de 2017)

Mais triste é a afirmação do Arcebispo Metropolitano de Manaus Sergio Castriani que diz que fechamos “assim qualquer possibilidade de diálogo” e quando diz também:

Como Arcebispo Metropolitano não posso ficar indiferente. Oriento, então os fiéis a cumprirem a determinação da Sé Apostólica, até que se decida de outra forma.” (Carta Aberta, 02 de dezembro de 2017)

Será mesmo que fechamos desde o início qualquer possibilidade de diálogo? Se isso fosse verdade não o teria procurado e mantido contato desde o mês de novembro do ano de 2016 até o mês de outubro de 2017 e o senhor não teria vindo visitar a minha casa para conversar com minha família no mês de dezembro de 2016 num encontro “fraterno e acolhedor”, conforme o senhor mesmo disse. O senhor se lembra Dom Sergio Castriani? Foi num mês de dezembro como este. Há um ano atrás!... O senhor recebeu documentos, foi informado de todas as coisas graves que ocorreram, das ações indevidas dos sacerdotes para entender os fatos e naquele tempo o que o senhor disse: Fique em silêncio meu filho. Nossa Senhora há de agir. Não fale nada. Não faça nada contra o Padre Graciomar!..Por que o senhor me pediu isso? Por que o senhor estava envolvido junto com ele e não queria ser descoberto? Nossa Senhora realmente agiu: ela fez vocês se entregarem uns aos outros em suas cartas recentes. Ela não fez comigo como os senhores fizeram meses atrás, quando eu não sabia disso, enviando-me de um canto para o outro: de Manaus para a Prelazia de Itacoatiara, da Prelazia de Itacoatiara para Manaus.

Recordando-me de tudo isso, me dou conta agora: pareciam até Pilatos enviando Jesus para Herodes e Herodes mandando Jesus para Pilatos. E foi o senhor quem me pediu que estivesse presente na Posse do novo Bispo Prelado em Itacoatiara no dia 30 de julho de 2017, porque queria me apresentar ao novo Bispo Prelado de Itacoatiara José Ionilton pela manhã do dia 31 de julho de 2017, que naquele momento só trocou poucas palavras comigo e pediu meu número de telefone e-mail, porque estava ocupado e conhecendo a Prelazia, que depois entrava em contato, para marcar um dia para conversamos, coisa que nunca aconteceu. E mesmo depois de várias tentativas minhas e da ARRPI, sempre se mostrou indisponível, dando desculpas até hoje, por isso, o diálogo nunca ocorreu entre nós, por parte dele. Daí se percebe a atenção, interesse e delicadeza de sua parte e depois, mais delicadeza ainda fazendo uma carta, se apoiando nos outros e até mesmo, como nos diz a história “querendo lavar as mãos como Pilatos fez” e dar repostas como se estivesse bem a par da situação, só tendo escutado um lado da história e dos fatos e não nos ter dado jamais a possibilidade de conversarmos amigavelmente com ele muitos meses antes, mesmo sabendo que nós tínhamos sido difamados por sua Prelazia. Que falta de atenção e insensibilidade vindas de um Bispo! Se isso é falta de diálogo e de interesse da minha parte...me expliquem? 

O senhor Arcebispo Metropolitano não pôde ficar indiferente agora, mas antes ficou não?  Quando eu lhe perguntei o que tinham falado de mim para a Congregação para a Doutrina da Fé o senhor me negou dizendo que não sabia nada das ações feitas pelo Administrador Diocesano de Itacoatiara nem dos fatos e que eu o procurasse para saber toda a verdade em Itacoatiara, não foi? E me negou isso até o momento em que decidiu escrever e publicar a sua Carta Aberta, uma Carta Aberta injusta e cruel.

Mais uma vez, com todo respeito Sr. Arcebispo Metropolitano Sergio Castriani, mas os seus atos meses antes e suas palavras agora só mostram para mim que há muito tempo está lhe faltando luz, discernimento e verdade em resolver assuntos graves, delicados e importantes para o bem da Santa Igreja e em defender também os trabalhos que os fiéis cristãos leigos batizados realizam para um bem maior de evangelização das almas no Amazonas em prol da mesma Igreja, da qual o senhor é o seu Pastor maior. O senhor mostrou-me isso com suas ações e com sua carta. Ao ler a sua carta vi somente o seu lado humano e autoritário agir, não o de Pastor acolhedor, prudente e atencioso pelo bem das ovelhas que lhe foram confiadas e pelo triunfo da verdade, mesmo que ela custe.

Dá próxima vez, quando disserem algo publicamente para que as pessoas saibam dos fatos, mencionando o nome de alguém, contem realmente como aconteceu, sem mudarem nada. Digam a verdade. Não distorçam tudo! É o mais correto e justo!

Eu sei que a verdade dói.  Como doeu saber a verdade que a pessoa que ajudou um Administrador Diocesano de Itacoatiara a dar informações a Roma foi um Arcebispo que se mostrou antes amigo e acolhedor, mas que escondia suas intenções também, porque não queria que os erros e ações injustas fossem postos à luz da verdade. Isso só me faz entender que por trás disso tudo existem outras pessoas envolvidas ou o que disseram para a Congregação para a Doutrina da Fé são mentiras tão graves que ultrapassa o conteúdo de uma "simples carta", como dizem, porque até agora não tiveram a coragem de me dizer e não me mostraram nada, criando toda essa confusão e alarido!

Eu ainda não dei a minha resposta à Prelazia de Itacoatiara nem à Congregação para a Doutrina da Fé. Quando eu der ela vai ter a minha assinatura, porque quando eu fui notificado pela Prelazia de Itacoatiara, eu tive que assinar também um documento.... Por isso: não falem o que eu não disse!

 

 

O Código do Direito Canônico nos diz:

 

 

 

Vamos lembrar o que está escrito no Código do Direito Canônico da Igreja novamente: 

DURANTE A SÉ VACANTE, NADA SE MODIFIQUE!...SÃO PROIBIDOS ELE PRÓPRIOS, E POR ISSO QUALQUER OUTRO, POR SI OU POR OUTROS, DE RETIRAR OU DESTRUIR DOCUMENTOS DA CÚRIA DIOCESANA OU NELES MODIFICAR QUALQUER COISA. 

 Só para lembrar, para não esquecerem, porque podem ter esquecido!

As partes acusadoras vão ter muito que se explicar diante da Igreja do Amazonas e diante de todos os fiéis, não eu. São elas que deverão se retratar diante da Congregação para a Doutrina da Fé, por darem a ela informações que a fizeram decretar como falso o que o Bispo Carillo Gritti aprovou com um decreto divulgado e promulgado publicamente, diante dos sacerdotes de sua Prelazia e diante de milhares de fiéis presentes naquele festivo 02 de maio de 2010, em Itapiranga,  e o que ele fez com tanto zelo, dedicação e amor nestes últimos anos de sua existência. Isto sim é denegrir as ações e imagem de alguém já falecido. Um Bispo que ia à Itália para procurar meios para fazer a obra de Nossa Senhora conhecida.

Acusaram de usar a imagem dele em vídeos. Os vídeos? Os vídeos em que ele se deixava filmar e dar entrevistas, seja no Amazonas ou na Itália, diante de muitas pessoas, para divulgar as aparições da Virgem em Itapiranga cada vez mais para que pudesse obter meios e doações para construir o Santuário que ele tanto sonhava? Um Bispo que mandou fazer o Projeto da Construção do futuro Santuário em Itapiranga. Que fez um Decreto de Culto, que abençoou a primeira Pedra do Santuário de Nossa Senhora, que coroou publicamente a imagem da Rainha do Rosário e da Paz diante dos sacerdotes e fiéis de sua Prelazia , consagrando-a a ela, por direito de Mãe e Rainha. Que permitiu que a imagem da Rainha do Rosário e da Paz, visitasse todas as Igrejas e comunidades da Prelazia de Itacoatiara como um sinal de benção, de conversão e proteção para a sua Prelazia, em comemoração dos cinco anos da benção da Primeira Pedra Fundamental do Santuário. Que em suas homilias nos incentivava, eu e a ARRPI, e  incentivava os fiéis durante todos os anos que nos fizemos presentes no local das aparições de Nossa Senhora a convidarmos mais pessoas para fazerem a experiência do amor de Deus no local onde seria construído o Santuário. Que me fez uma Carta de apresentação, logo após o Decreto de Culto e Benção da Primeira Pedra fundamental, para que mostrasse aos outros Bispos e sacerdotes de outros Países ou cidades do Brasil, as grandes coisas realizadas e feitas por ele em Itapiranga, no Amazonas, em favor da obra de Nossa Senhora, para ajudar cada vez mais na divulgação e acolhimento das mensagens e aparições nos lugares onde eu já visitava de frequente, desde o ano de 1997. Que fez um documento autorizando a publicação dos livros em língua francesa, eslovena e italiana para ajudar a obra e a mensagem da Virgem Santíssima, Rainha do Rosário e da Paz. Que ensinava coisas profundas e chamou a atenção não somente dos fiéis, mas de muitos Bispos e sacerdotes em seus discursos e em suas homilias, porque não viviam o que diziam. Por isso, mais uma vez, não digam mentiras e não distorçam as palavras e os fatos, querendo ter argumentos; não mintam, porque não conhecem nada.

Que eu saiba nenhum Bispo se fez presente no dia da Benção da Pedra Fundamental, abençoada por ele no Santuário, no dia 02 de maio de 2010 e mesmo depois de ele ter feito um Decreto de Culto, permitindo celebrações e peregrinações ao local, nenhum Bispo do Amazonas nunca se fez presente em Itapiranga no Santuário nos dias de Celebrações e procissões, nem mesmo, nos seus últimos anos de vida em que o Bispo Carillo fazia o esforço para Celebrar a Santa Missa aos peregrinos que se faziam presentes nos dias 01 e 02 de cada mês para honrar a Rainha do Rosário e da Paz, que ele tanto amava. Salvos, Dom José Afonso Ribeiro, 2º Bispo de Borba (já falecido), grande devoto da Rainha do Rosário e da Paz e Dom Alcimar Caldas Magalhães, Bispo Emérito do Alto Solimões, que me conheceram pessoalmente, conversaram comigo e permitiram que eu levasse a imagem peregrina da Rainha do Rosário e da Paz para visitar o Município de Borba e toda a Diocese do Alto Solimões.

Será que os Padres da Prelazia de Itacoatiara se esqueceram disso tudo e nada sabem? Por que será? O Administrador Diocesano poderia realmente mudar todas as coisas com o auxílio de terceiros em Sé Vacante? 

Concluindo:

Assim fazendo cometem um ato de desobediência formal... Oriento, então os fiéis a cumprirem a determinação da Sé Apostólica, até que se decida de outra forma (Carta Aberta, 02 de dezembro de 2017)

Quem desobedeceu afinal às Leis e o Cân, 428 da Igreja muito antes? E vocês, quem é que vai corrigi-los do mal que fizeram, pelas ações injustas cometidas, escritas e publicadas primeiramente? Vocês mesmos?... Acho que não!

Por isso, as partes acusadoras é que deverão se retratar diante da Congregação para a Doutrina da Fé  pelas informações injustas enviadas, como também deverão se retratar diante de todos os fiéis que acreditam há mais de 23 anos nas manifestações e mensagens da Rainha do Rosário e da Paz acolhidas  pelo Bispo Carillo.

A oração faz milagres e muda todas as coisas, isto, Nossa Senhora nos ensinou muitas vezes. Possa este mês do Natal, em que celebramos o nascimento do Menino Deus, os nossos corações e mentes serem inundados por sua Luz Divina para que todas estas questões sejam resolvidas na luz da verdade, na Divina Vontade de Deus, com sua paz e seu amor. Continuamos mesmo assim, apesar de todos estes fatos tristes e confusos, rezando pelo bem da Santa Igreja, apesar das falhas e erros que alguns dos seus Ministros cometeram, rezamos pelo Papa Francisco e pelo Papa Emérito Bento XVI, continuamos rezando pelo sr. Arcebispo de Manaus  Sergio Castriani e  Bispo José Ionilton, pedindo sempre as suas bênçãos apostólicas, rezamos por todos os Bispos e todo o clero da Arquidiocese de Manaus e da Prelazia de Itacoatiara e do mundo inteiro, continuamos firmes no nosso caminho de cristãos missionários, procurando trabalhar e ajudar a Igreja, vivendo com fidelidade e dedicação o dom, carisma e chamado que Deus nos fez em testemunharmos, unidos com todos os peregrinos e fiéis que acreditam que Itapiranga é um farol de luz, da luz de Jesus, Maria e José que se irradia do Amazonas para toda a humanidade; por este motivo nunca desanimamos e perdemos a coragem, como o próprio Bispo Carillo Gritti nos disse e pediu:

Tempos difíceis estão chegando, então nós não podemos nem devemos nos assustar nem desencorajar-nos, ao contrário, nós sabemos que Deus sacrificou seu Filho por nós que com toda vontade aceitou a vontade do Pai; nós também, neste lugar abençoado, onde Nossa Senhora tem se manifestada para que nós sejamos sempre mais filhos de Deus, sobretudo, nos momentos difíceis, não vamos desanimar. Maria, a Mãe de Jesus, e chamada pela Igreja Mãe de Deus, porque ela gerou o Filho de Deus, nos convida a sermos fiéis a ela, que seguiu seu próprio Filho no próprio caminho da cruz. (Dom Carillo Gritti, trecho da homilia dirigida aos peregrinos no Santuário Rainha do Rosário e da Paz, 02.06.2015)

Realmente, o Bispo Carillo aqui profetizou algo muito bem. Falou inspirado por Deus!

E como ele nos alegrou dizendo:

Vejam bem, semana passada participei com todos os Bispos do Amazonas, em Borba, num encontro e alguém me perguntou: E Itapiranga?...Eu respondi: em Itapiranga acontecem coisas boas, acontecem coisas boas, muito boas. Não vejo histerias, não vejo loucuras, mas constato que há muita fé: a fé em Jesus e fé na Mãe dele, na Mãe de Jesus. Então tudo isto não pode ser senão coisa boa vindo de Deus. Por este motivo, eu disse, todo começo do mês, tendo a possibilidade em geral, tendo a possibilidade estou presente buscando conduzir este povo às alegrias eternas. (Dom Carillo Gritti, trecho da homilia dirigida aos peregrinos no Santuário Rainha do Rosário e da Paz, 02.03.2014)

Quanta diferença das  palavras do Bispo Carillo Gritti com as últimas publicações e acusações feitas!

Lembrem-se ainda não dei a minha resposta. Isto foi só a minha reflexão e mensagem de Natal para todos. Depois de todas estas acusações infundadas, a minha resposta ainda virá e bem assinada!

Um Feliz Natal e 2018 abençoados e paz “aos homens de boa vontade!"

 

 

 

Share this post

Submit to FacebookSubmit to Google BookmarksSubmit to Twitter

Doações

 

Aceitamos

aceitamos
aceitamos
aceitamos
aceitamos
aceitamos

Outra Forma de Doação

 

 

ESTAMOS ATENDENDO EM NOSSA SEDE EM MANAUS!

Adquira seu bilhete e sua vaga no ônibus de peregrinação da A.R.R.P.I. para as peregrinações ao Santuário de Nossa Senhora em Itapiranga!

Associação Rainha do Rosário e da Paz de Itapiranga (A.R.R.P.I.)


ENDEREÇO:

Rua Campos Salles, n.578, Bairro Dom Pedro I, CEP: 69.040-660 ( próximo ao CECON e ao lado do prédio da Dismonza  e Rua Quirino da Costa Coutinho, s/n – Bairro Jardim Primavera CEP: 69.120-000 Itapiranga –AM

HORÁRIO DE ATENDIMENTO EM MANAUS: das 14h às 17h.

ARRPI: (92) 3343-9540 / 99324-5792.

email: arrpi@yahoo.com.br 

            itapiranga0205@gmail.com

VOCÊ QUER VISITAR O SANTUÁRIO?

Querido sacerdote, você deseja conhecer  o Santuário de Itapiranga, com o grupo da sua Paróquia? Ou você coordenador de movimentos com o seu grupo? Entre em contato com a administração do Santuário, que ficaremos muito felizes em acolhê-los e atendê-los.

Conheça o Santuário de Itapiranga, abençoado pela Santíssima Trindade e dedicado aos três Sagrados Corações unidos de Jesus, Maria e José. A Sagrada Família espera por você e sua família para abençoá-los. Participe das próximas peregrinações:
 
01 e 02 de maio de 2018: 24. Aniversário das Aparições da Rainha do Rosário e da Paz;
01 e 02 de junho de 2018: Mês do Sagrado Coração de Jesus;
01 e 02 de julho de 2018: Mês do Preciosíssimo Sangue de Jesus;
04 e 05 de agosto de 2018: Aniversário de Nossa Senhora;
28 e 29 de setembro de 2018: Festa de São Miguel Arcanjo;
01 e 02 de outubro de 2018: Mês do Rosário, Missionário e Festa de Nossa Senhora Aparecida;
08 e 09 de novembro de 2018: Procissão até à Fonte e orações de cura pelos enfermos;
08 e 09 de dezembro de 2018: Festa da Imaculada Conceição;

HORÁRIO DE VISITAS: das 6h às 18h é permitido as visitas ao local das aparições de Nossa Senhora para orações.

HORÁRIO DE ATENDIMENTO NO SANTUÁRIO EM ITAPIRANGA: das 8h às 17h.

É proibido a entrada de homens, mulheres e jovens com camisetas, bermudas, shorts, roupas de banho, curtas, decotadas, transparentes e minisaias. O Santuário é a casa de Deus, um local de oração, de silêncio e de respeito, não um local de passeio. Pedimos aos visitantes que tenham respeito, pudor e modéstia ao visitarem os locais onde a Santíssima Virgem apareceu com seu Divino Filho Jesus e São José.

YouTube channel